DICAS PARA SER MAIS CRIATIVA ESCOLHENDO CORES.

Antes de mais nada, Feliz 2021! Já estamos em 20 de janeiro mas como é a primeira vez que apareço por aqui, saiba que desejo que você e eu, e todos, tenhamos um ótimo ano, que possamos sair adiante deixando atrás os dias cinzas da pandemia e crescer, explorando todo o nosso potencial criativo neste novo ano.

Para começar o ano escolhi um tema que tem tudo a ver com o espírito de recomeçar, de planejar, de encarar novos desafios e que é "como ser mais criativa na hora de escolher cores". E se você, tal como eu, usa cores no seu dia a dia, seja em forma pessoal ou profissional, fica aqui comigo para ver dicas práticas que permitirão a você usar cores fora da mesmice.

Isso porque não somente acredito, mas vivo em carne própria, o desafio de estar continuamente criando novas paletas de cores para projetos, novas aulas para cursos e novos conteúdos para ensinar a usar cores sem medo. E faço isso há anos. Devo admitir que no começo o tema da criatividade não era uma preocupação. Mas com o tempo foi ficando mais forte a sensação de que não somente quero continuar oferecendo coisas novas, mas também imprimir cada vez mais forte a minha assinatura no meu trabalho de cores. O fato de não explorar todo o potencial criativo pode fazer com que a mensagem fique rasa, ou pior ainda, aparece a tentação de copiar outros e em última instância você fica desmotivada com você mesma.


Venho investindo em caminhos para explorar o meu potencial criativo já faz um tempo e tenho visto bons resultados. Me sinto mais livre, mais segura e me divirto mais, mesmo quando encaro desafios novos.

>>> Se você usa cores no seu dia a dia e quer ser mais criativa na hora de usar cores vou compartilhar dicas práticas para pensar em combinações de cores novas, usando cores com mais liberdade e portanto com mais criatividade.

Antes de começar vamos a chegar a um acordo no que eu entendo como criatividade no uso de cores. Considerando que o problema central para usar cores se reduz a "como combinar cores de forma que transmitam a mensagem desejada" a criatividade ajudará a encontrar mais e melhores alternativas para solucionar esse problema. Criatividade tem, na minha opinião, muito a ver com o processo da escolha das cores e também com o repertório que trazemos (e construímos continuamente) e que joga um papel fundamental no próprio processo.



Vamos lá!

Mantenha um olhar curioso.

Para usar mais e melhor cores é preciso antes re-aprender a ver. Sim, leu corretamente: é preciso re-aprender a ver com curiosidade, com atenção, com "presença". Quantas vezes vemos sem ver? Pode parecer obvio dizer que na natureza temos todas as respostas as nossas dúvidas sobre combinações de cores, mas não é. E se você como eu mora na cidade, no meio do concreto, faça do seu entorno o objeto da sua pesquisa cromática. Não use isso como licença, hein? O que eu recomendo olhar? Acho que basicamente tudo se reduz a duas coisas: olhar as paletas de cores que aparecem ao nosso redor e talvez ainda mais importante, olhar a diversidade de tonalidades por conta das mudanças da luz e das mudanças das estações. Vou dar a você um exemplo bem simples: prestar atenção nas diferentes tonalidades de verde das árvores ou da grama na época de chuvas e na época seca. É gritante a diferença. Observa, olha com atenção e grava isso no seu HD para alimentar o seu repertório.


Responda de diferentes formas à pergunta "Qual é a mensagem desejada?"

Se o problema de usar cores se reduz a "com combinar cores de forma que transmitam a mensagem desejada" um boa forma de explorar novos caminhos e novas ideias é responder de muitas formas diferentes à pergunta "qual é a mensagem desejada&