COMO "VER" CORES NA PRÁTICA

Como eu sempre digo, vamos começar pelo começo. E se tratando de cores, antes de sair escolhendo cores é preciso entender o que você está vendo. Isto pode parecer simples demais mas há dicas e truques, de quem faz isso diariamente, que podem servir a você.


Antes de ir à parte prática é bom alinhar os conceitos de três características fundamentais que todas as cores têm e são matiz, luminosidade e saturação. Para entender o que estamos vendo é preciso poder identificar estes três elementos em todas as cores.


Matiz: se refere à família de cor, ou seja se é amarelo, vermelho, azul, verde, marrom, laranja... etc. O matiz é importante porque carrega o conteúdo emocional da cor. É pelo matiz que temos a primeira aproximação para o simbolismo das cores.


Luminosidade: se refere a quão clara ou escura é uma cor. Também podemos pensar na ideia de quanta luz uma cor naturalmente reflete. Assim por exemplo, o amarelo será sempre a cor mais luminosa, enquanto o violeta será a cor menor luminosa. É pela luminosidade que dizemos que uma cor é mais clara ou mais escura do que outras cores.


Saturação: se refere a quão vibrante ou apagada é uma cor. A saturação se refere à intensidade de uma cor, quanto ela atrai o nosso olhar.


Entendidos esses conceitos vamos à parte prática de como reconhecer e entender as cores que estamos vendo.


>>> o importante a dizer é que há grandes vantagens em observar as cores em comparação com outras cores. É na comparação que muitas das características das cores se revelam.


Primeiro passo: é preciso identificar o matiz. Falando de matiz, é o primeiro que vemos quando entramos em contato com uma cor. É muito difícil ter dúvida sobre qual é o matiz, exceto quando se trata de cores intermediárias (veja este post no qual falo delas) e portanto o subtom pode fazer com que duvidemos entre um ou outro matiz. Como por exemplo quando estamos olhando para uma cor e ficamos na dúvida de se é um verde azulado (matiz verde com subtom azul) ou se estamos olhando para um azul esverdeado (matiz azul com subtom verde).


Como eu disse acima, é na comparação muitas vezes, que o subtom se revela. Vejam este exemplo dos papéis coloridos do kit exclusivo de Cores Lovers. São duas cores muito similares. Olhando elas em forma isolada é até difícil perceber a diferença. Á esquerda um bege amarelado. Á direita um bege rosado. Mas quando vemos elas em comparação o subtom amarelado de uma delas realmente se revela.



Neste outro exemplo, na primeira foto um laranja rosado. Certo? Eu poso intuir, mas olhando para essa cor sozinha, não sei exatamente quanto há de rosa nele. Mas se volto olhar essa mesma cor em comparação com um laranja, de repente, o rosa se revela.