VISTA-SE DE VERMELHO E CELEBRE (DE NOVO) O ANO NOVO!


"Ainda podemos dizer que é ano novo, certo?" Escutei esta pergunta mais de uma vez na última semana. Estamos finalizando o mês de janeiro mas parece que ainda queremos sentir esse ímpeto da renovação, de começar de novo, de celebrar o recomeço, uma nova partida. Portanto, para todos que tal como eu gostamos dessa "sensação de largada" ainda podemos nos somar à celebração do ano novo chinês no próximo 5 de fevereiro. Agora atenção: se quer levar a tradição chinesa à risca você terá que vestir vermelho, vamos lá!


Quando pensamos em vermelho o primeiro que vem na cabeça é: vermelho é a cor dos extremos, da paixão amorosa à irrefreável ira, tudo está contido no vermelho. Ou podemos falar da sua “maleabilidade”, palavra que adorei e foi usada para descrever essa dinâmica da cor pelas artistas do Adriana e Carlota Atelier no Instagram (tanto gostei dessa forma de falar do vermelho que pego aqui emprestada) fazendo referência à possibilidade de comunicar diferentes sensações pelo uso de diferentes tons e combinações de vermelho. Mas isso já falamos por aqui, certo?


O que não temos tão presente é o vermelho como símbolo de boa fortuna, alegria e felicidade. As lendas populares da China dizem que tudo começou com o Nian uma besta feroz que aterrorizava aldeões comendo cultivos, gado e até crianças. Até que os aldeões descobriram que a fera, metade touro com cabeça de leão, tinha medo de 3 coisas: fogo, barulho e a cor vermelha. O Nian foi derrotado e desde então a cor vermelha traz boa fortuna e boa sorte a todos.


Sim, eu sei, essa ideia do vermelho como símbolo de boa fortuna, de alegria e felicidade é muito do mundo oriental, e nestas latitudes nos guiamos mais por outras ideias: o vermelho ligado ao sex appeal, à sedução e ao poder. É disso que mais lembramos quando pensamos no vermelho. Ou se estamos em um restaurante (exceto um restaurante chinês) vamos dizer "ah!… querem estimular o meu apetite e que coma mais”. E se estamos em um dormitório infantil com muito vermelho talvez arriscamos “essa criança não vai dormir à noite, vai estar super-estimulada”. Mas se é um dos nossos filhos que entrega o boletim de notas e aparece muito vermelho, logo pensaremos "vixi... foi mal na escola”. Agora, se vemos vermelho na vitrine da nossa loja de roupas preferida pensaremos “mmm...tenho boas chances de bons descontos!” ou será porque chegou o Natal e nada de descontos :)