USAR CORES, É MAIS INTUIÇÃO OU RAZÃO?

Somos muitos os profissionais que usamos cores nos nossos projetos e nos perguntamos: no fim, usar cores é mais intuição ou mais razão?

Eu venho pensando isso já faz um tempo. Tudo começou quando comecei a trabalhar como designer de interiores e as cores começaram a aparecer nos meus projetos em forma natural. Dado que o estudo sobre cores durante a minha formação como designer tinha sido muito simples e ao meu ver ficavam lacunas, nesse momento eu sentia que todo meu trabalho de cores era sobretudo baseado na "intuição". ⁠

Foi então que pensei "Eu preciso estudar mais, preciso trazer ideias mais criativas, preciso ter projetos mais consistentes, preciso ter melhores respostas de porquê escolho uma ou outra cor na frente dos meus clientes, preciso saber combinar mais e melhor as cores"


Isso foi há 6 anos e de lá para cá venho estudando tudo sobre cores em cursos presenciais, em cursos on-line e devorando muitos e muitos livros. ⁠

É curioso porque depois de muito aprendizado e de "teorizar" de alguma forma as cores, e depois também de muitos projetos (com acertos e erros na bagagem) entendi algumas coisas que quero compartilhar com você:⁠


1. Para trabalhar com cores é preciso realizar um exercício interior de auto-conhecimento, é necessário olhar para dentro e entender como é sua relação com as cores, quais cores são suas preferidas e quais cores desgosta. ⁠


2. Se você é profissional e atende clientes, ou seja seus projetos coloridos são para outras pessoas, é preciso ser muito bom ouvinte, é necessário escutar o outro, praticar a empatia, e botar em uso seu "sexto sentido" para escutar "entre linhas"e se aproximar o máximo que puder do seu cliente e quais cores farão o coração dele vibrar mais alto.⁠

3. Uma base teórica consistente fará você ganhar confiança, se sentir seguro no atendimento a clientes, você saberá se sair melhor frente a diferentes circunstâncias e é um pontapé inicial para aumentar a nossa criatividade na hora de usar cores e combinar cores.


4. Lembrar que trabalhar com cores, não é sobre cores, mas sobres emoções e sensações.


5. Diferente de outras áreas em que podemos dizer quando um trabalho está bem feito ou mal feito ou atividades que podemos indicar como sendo certas ou erradas a partir de fundamentos e argumentos que são expostos e apresentados; quando se trata de cores somente podemos saber se fizemos bem o nosso trabalho quando "se sente" certo. E essa conexão é nossa como profissionais: sentimos fundo no nosso coração que fizemos o trabalho certo. E também é do nosso cliente que sentirá no coração que contratou o profissional indicado.


Ou seja, trabalhar com cores, usar cores, significa botar para funcionar o coração e a mente em simultâneo. Somente a intuição não é suficiente. Somente a razão não é suficiente. Os dois em um "mix pessoal" é, ao meu ver, o caminho a ser trilhado.


Boa semana colorida! Felicitas :)



Felicitas Piñeiro. Diretora Criativa e fundadora.

Especialista em cores e designer de Interiores.

Use cores sem medo.
Não existe emoção sem cor. 
felicitas@coreslovers.com
Rua Cristiano Viana 288, Pinheiros - São Paulo

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon

© 2020 por Cores Lovers.