top of page

SEJA INTENCIONAL NA ESCOLHA DAS CORES.

Quando comecei a realizar projetos de interiores rapidamente vi que as cores podem gerar três tipos de medos: medo de escolher pela falta de confiança, medo da mudança e se arrepender depois e medo do julgamento alheio das nossas escolhas. Acredito que o vestido pretinho básico na moda e as paredes brancas nos interiores são manifestações práticas desses medos. Então decidi fazer minha missão trabalhar para que cada aluna que passa pelos meus cursos seja intencional na escolha das cores.


Há um poder muito grande em colocar intenção no que fazemos. Ser intencional nos coloca no centro das nossas decisões e das nossas escolhas e deixamos de lado o piloto automático.


Se você fosse totalmente intencional na hora de escolher as cores das suas roupas e as cores das paredes da sua casa, escolheria preto para as roupas e branco para a paredes? Essa é a questão. Até que ponto tomamos decisões coloridas por conta de ideias preconcebidas que não são nossas e nunca foram?


Ao ir olhar na história, quando Coco Chanel desafia e instiga à moda com seu "little black dress", então o vestido preto era um manifesto de liberdade e modernidade. Era o ano 1926, logo mais vão fazer 100 anos.


As paredes brancas nas casas chegaram com força no começo do século XX como resultado de uma nova obsessão pela limpeza. Naquele momento a higiene na casa era um ato de vida ou morte com a proliferação de germes que podiam se esconder nas cores escuras. Ficar doente não era mais um ato de Deus ou má sorte portanto as casas inteiramente brancas ajudavam no combate aos germes. O ano oficial do nascimento da tinta branca para a casa é 1921.


Como você pode ver nos dias de hoje o contexto é totalmente diferente portanto usar vestidos na cor preta não é mais um manifesto de liberdade, modernidade. Qual ou quais cores poderiam substituir o preto nessa empreitada nos dias que correm?


É difícil responder essa pergunta com uma única resposta, diria que virtualmente impossível, pela simples razão de que a cor somente ganha sentido em contexto. Deveríamos pensar o que seria elegante em uma festa de casamento de noite, o que seria elegante em uma festa de casamento de dia, o que seria elegante em uma festa infantil, o que seria elegante em uma saída com amigas ou o que seria elegante em um primeiro date, como alguns exemplos.


E também é impossível generalizar pelo simples fato de que nos relacionamos com as cores em forma pessoal, portanto o que é elegante para mim em um casamento de noite pode muito ser diferente do que você considera elegante por você em um casamento de noite.


E no caso das paredes brancas hoje não temos essa preocupação de "parar de esconder a sujeira" portanto essa questão também está totalmente fora de contexto nos dias atuais. Talvez hoje a tinta branca nas paredes pesa mais por uma concepção de que paredes brancas iluminam a casa ou simplesmente por preguiça de escolher outra cor.


Ah... então é por isso! As paredes brancas iluminam... só que não, essa é uma concepção errada, pelo menos na forma em que é comunicada. O único que pode iluminar uma casa é a luz, seja ela natural ou artificial. Se a luz bate em uma parede branca então sim, mais luz será refletida que então é "devolvida" para o ambiente.


Mas, se você tem paredes brancas na casa que não recebem luz direta (seja natural ou artificial) então essas paredes não estão ajudando em nada a iluminar. E mais, você nem sequer vê elas brancas. Porque o branco, para ser branco, precisa de luz.


Essas paredes que são brancas mas não recebem luz natural seriam as melhores para "colorir" e dar assim nova vida a elas.

Você viu então que as ideias que fizeram nascer o vestido pretinho básico e as paredes brancas nos interiores são antigas que não se sustentam nos dias atuais?

Pode haver situações nas quais o vestido pretinho básico seja a melhor opção possível mas isso seria uma coincidência e não uma regra. Como também pode haver casas nas quais as paredes brancas são a melhor opção por conta da iluminação mas, isso não é uma regra.


Sendo intencional na escolha do vestido pretinho básico e na escolha das paredes brancas, está tudo bem, mais do que bem! Este post não é para dizer que essas opções são ruins mas, para dizer que essas opções não são as únicas possíveis.

Não há regras quando se trata de cor. O fato de que as cores são ideias entendidas em um contexto e que sabemos nos relacionamos com as cores em forma única e pessoal, são dois conceitos muito importante que eliminam a noção de que há cores "coringa" que servem a todas as situações.


Fiz um teste no Pinterest e escrevi no campo de busca "vestido elegante". Veja o que me trouxe:

busca vestido elegante pinterest

E fiz mais uma busca no Pinterest escrevendo no campo de busca "paredes interiores casa" e olha o que me trouxe :)

busca paredes interiores casa cores lovers

Há vida além do vestido pretinho básico tanto como há vida além das paredes brancas. Há milhares de possibilidades quando você é intencional na escolha das cores.


Para ser intencional você precisa ter certeza do que deseja comunicar e do contexto. Como também não se deixar dominar pelos medos de escolher pela falta de confiança, medo da mudança e se arrepender depois e medo do julgamento alheio das nossas escolhas.


> O medo de escolher pela falta de confiança, se combate com conhecimento de como as cores funcionam. Sim, conhecimento de teoria das cores.


> O medo da mudança e se arrepender depois, se combate com tempo para aceitar a mudança.


> O medo ao julgamento alheio, se combate com reforço à autoestima.


Então já sabe há vida além do vestido pretinho básico e há vida além das paredes brancas, e é você quem deve ir atrás dessa vida.

A forma de fazer isso é "colorindo" as sensações e emoções que deseja comunicar. Para isso você vai levar em consideração: uma base sólida de teoria das cores, conhecimento profundo de psicologia das cores, entender muito bem sobre tonalidades... e o mais importante: sua visão de mundo, sua criatividade, sua intuição colorida. Sendo sempre muito intencional na escolha das suas cores!


Espero te ver novamente aqui na próxima semana para continuar ampliando o seu olhar do mundo das cores e destravando sua intuição colorida.


Abraço colorido!


Felicitas


download o guia visual das 100 tonalidades cores lovers


logo Cores Lovers
bottom of page