top of page

O QUE APRENDI GERANDO IMAGENS COLORIDAS COM IA EM MIDJOURNEY

Entendi o que era inteligência artificial na comunicação visual quando vi a imagem que rodou o mundo do Papa Francisco em um mega casaco de inverno branco. Eu demorei uns dias para entender que essa imagem era fictícia. Depois dessa, vi muitas outras imagens coloridas geradas com inteligência artificial. Inclusive muitas delas, ainda mais coloridas e mais bonitas. Desde então, uma ideia ficou forte na minha cabeça: como será gerar imagens coloridas usando inteligência artificial?


Isso foi pouco mais de 30 dias atrás e desde então tenho escutado falar todos os dias sobre inteligência artificial. As falas vieram com incredulidade algumas, com admiração outras, com temor não poucas.

Nesse tempo recomecei a leitura de um livro que chama "Visual Communication. Integrating Media, Art and Science" de Rick Williams e Julianne Newton. É um livro de 2007 portanto longe está de considerar algo relacionado com o tsunami causado no último mês pela inteligência artificial no nosso mundo visual.


Mas, o livro traz uma ideia muito interessante sobre o que é necessário para uma "boa formação" no século XXI. Os autores defendem que além de proficiência matemática e verbal é preciso ter a habilidade de interpretar, criticar, criar e usar comunicação visual em níveis sofisticados.


Eles defendem isso baseados, entre outras coisas, em um dato importante: que uma pessoa típica nos Estados Unidos vê 3.000 a 4.000 imagens geradas pela mídia diariamente.


E olha... esse livro é de 2007, ainda não tínhamos Instagram, nem Pinterest na época, Facebook estava somente começando e as "fake news" não eram apontadas como um problema massivo.


Quando juntei todas essas infos em um único pacote, me perguntei: Ter uma boa formação visual pode ser um elemento a favor para lidar com inteligência artificial? Na prática, faz diferença saber sobre cores na hora de gerar imagens coloridas com inteligência artificial?

A única forma de entender melhor sobre isso era conhecendo mais desse mundo. O primeiro que fiz foi ir buscar referências de imagens geradas por IA que tivessem uma proposta cromática diferenciada. Olha o que achei!


@jonaspeterson_ai

@landoflarca

@franckgerardart

@prospex_park

@the_brigadoon_dispatch

@thevisualdome

franckgerardart

Olhando estas imagens que escolhi entre tantas, entendi que é muito legal criar cores com efeito "aveludado" ou "gastas pelo tempo" com inteligência artificial. Me pareceu também que as cores mais vibrantes precisam ser sustentadas por acabamentos que sugerem também modernidade, tal como brilhos ou materiais plastificados. Também me pareceu que as paletas de cores com tonalidades claras e muito "limpas" (como a paleta da imagem do Papai Noel pescador de @landofarca) carregam muito nelas mesmas uma associação com o irreal, talvez a ideia do unicórnio já conhecida.


Gostei muito de ver várias imagens incríveis criadas com IA mas, ainda faltava algo. Era hora de saber como é que se criam as cores das imagens geradas com inteligência artificial. Entrei no Midjourney com uma ideia clara: criar imagens coloridas de cenas naturais. Seria possível? Seria fácil?

Me coloquei como objetivo criar 3 imagens com caminhos cromáticos diferentes para poder experimentar. Logo de partida pensei em um caminho vibrante, outro caminho cromático de cores pastel e um terceiro caminho de cores densas e marcantes.


Estas imagens a seguir foram as que eu mesma fiz, sem treino nenhum, com domínio dos comandos mais básicos do Midjourney. Levei uns 30 min em fazer as 3 imagens coloridas com inteligência artificial.


arte com IA flor vermelha em campo verde_Felicitas Cores Lovers

arte com IA vaso com flores_Felicitas Cores Lovers

arte com IA campo de soja no pôr do sol_Felicitas Cores Lovers

Aprendi 3 coisas valiosíssimas criando estas imagens com inteligência artificial:

  1. Você precisa ter uma boa imaginação para ter ideias do que criar.

  2. Você precisa ter repertório visual no sentido de poder juntar referências de aqui e de lá para criar algo novo.

  3. Você precisa saber como descrever cores para que elas sejam geradas: se são vibrantes ou apagadas, se são claras ou escuras e quais sensações elas passam. Isso como mínimo.

Minha conclusão: convido você a testar com Midjourney se ainda não o fez, eu mesma devo continuar testando e aprendendo. Ao mesmo tempo, desejo muito que você continue firme e forte na sua formação em comunicação visual e ampliando o seu repertório colorido. Essa é a melhor forma de tirar o melhor proveito da sua sensibilidade usando inteligência artificial.


Gostaria muito de saber tua opinião neste tema tão novo. Me escreve a contato@coreslovers.com ou me manda um direct pelo Instagram de @coreslovers e continuamos o papo colorido.


livro digital use cor sem medo 10 conceitos vitais com dicas praticas para profissionais

Espero te ver novamente aqui na próxima semana para continuar ampliando o seu olhar do mundo colorido e destravando sua intuição colorida.

Abraço colorido!

Felicitas



Comments


logo Cores Lovers
bottom of page