HARMONIA E CONTRASTE SÃO OPOSTOS?

90% da informação que processamos no nosso dia a dia nos chega em forma visual. Imagina então a importância das cores! Elas podem chamar a nossa atenção ou nos distrair e talvez mais importante, elas podem influenciar as nossas emoções e sensações em forma positiva ou negativa. Por esse motivo, você que trabalha com design precisa usar muito bem as cores para que elas comuniquem com intenção, ou seja, que comuniquem aquilo que você realmente deseja comunicar.


Escolher as combinações de cores certas é fator decisivo. No fim das contas, a grande maioria das vezes vemos cores em conjunto e não em forma isolada. Nós estudamos que amarelo é a cor da alegria e azul é a cor da tristeza, certo? E quando usamos amarelo e azul juntos, o que acontece? Ficamos malucos indo da alegria à tristeza em pulos?


Conhecer a fundo a psicologia das cores é muito importante para ter um "vocabulário" vasto e falar a língua das cores com fluência. Mas, quando se trata de cores e design há outros elementos que você precisa levar em consideração na hora de combinar para entender esse dilema de se ficamos malucos indo da alegria à tristeza quando usamos amarelo e azul em conjunto.


É preciso aprender a ver cores corretamente e poder escolher também as cores pelas suas dimensões de matiz, luminosidade, saturação e temperatura, não somente pela psicologia das cores. Mas isso não é tudo, também é preciso saber "mexer" nessas dimensões, ou seja dominar o conceito de contraste.

Aí é que aparecem as perguntas: o que é contraste mesmo? Se uso contrastes quer dizer que vou fugir da tão desejada harmonia? Será que harmonia e contrastes são opostos?


Vamos começar a entender esse assunto mega importante para você e para mim que trabalhamos com cores.


>>> Quando falamos de harmonia é comum pensar em concordância, quando elementos simpatizam uns com os outros, um arranjo agradável de elementos diferentes. Harmonia de cores seria uma combinação de cores que produz um efeito agradável.

>>> Contraste é uma ferramenta usada para criar o efeito visual desejado de acordo com a nossa intenção. O contraste guia o nosso olhar (ou não) criando mais ou menos interesse, nos ajudando a entender o que estamos vendo. Entender a ideia de contraste é fundamental e central quando se trata de usar cores.


Portanto, harmonia e contraste não são opostos, são complementares.


O grande pulo do gato é entender que usando constrastes em forma efetiva você pode criar combinações de cores harmoniosas.


Vale dizer que eu acredito que a tensão visual é, junto com a harmonia, um recurso formal que pode ser usado em design em forma intencional. Ou seja, pode ser que você deseje comunicar uma sensação de "tensão" antes do que uma sensação de harmonia e nesse caso você também precisará administrar os contrastes em forma efetiva para o propósito do seu trabalho.

Os contrastes usados nas combinações de cores podem ser:


- das próprias cores: como quando usamos cores complemenares (contraste maior) e cores análogas (contraste menor).


- de luminosidade: como quando usamos preto e branco que é o contraste mais alto possível de luminosidade.


- de saturação: como quando misturamos rosas apagados com pink.


- de temperatura: como quando usamos cores complementares, cores opostas no círculo cromático, porque uma cor vem do lado "frio" do círculo e a outra cor do lado "quente" do círculo.


- de proporção: como quando usamos muito de uma cor e pouco de outra cor.


Pensar os contrastes das combinações com intenção é um dos 5 passos do passo a passo para combinar cores que ensino no curso "Como Combinar Cores sem errar". Tal é a importância que dou aos contrastes.

Contraste é algo fundamental porque ele ajuda a guiar o olhar, ele ajuda a concentrar (ou não) a atenção onde desejamos, ou seja é uma ajuda central na hora de comunicar com cores. O bom uso do contraste pode trazer também interesse visual, trazendo variedade para as nossas harmonias.


Quando tudo é muito igual em uma combinação de cores pode chegar a ficar chato. Ao mesmo tempo muito contraste pode distrair e resultar em um visual confuso e chocante. Vale lembrar que há outros elementos como formas e tamanhos que podem ajudar a apimentar o nosso projeto, não somente as cores, mas o foco aqui sempre são as cores.

Usar contrastes em forma efetiva é o caminho para criar combinações de cores harmoniosas ou combinações de cores que visam a tensão visual. É preciso exercitar com diferentes contrastes para desenvolver essa habilidade de calibrar matizes, luminosidades, saturações e temperaturas de cores diferentes.. O que não vale é desistir, é preciso sempre prática e treino.

Nos vemos daqui 7 dias para continuar desvendando o mundo das cores.


Abraço colorido,

Felicitas