top of page

A MÁGICA DO NÚMERO 3 NAS CORES

Eu não acreditei quando vi que existe a mágica do número 3 nas cores. Olha só: todos os dias da minha vida penso em Cor. Isso não posso negar. Ás vezes penso em soluções coloridas para meus clientes, outras vezes penso em conteúdos para alimentar o Instagram de Cores Lovers, também penso em conteúdos para cursos e hoje me peguei pensando na curiosidade sobre a mágica do número 3 nas cores.


Estou envolvida em um projeto muito incrível onde o número 3 ficou aparecendo repetidas vezes no meu caminho. E eu, preciso dizer, acredito muito nas coincidências. Sempre acho que coincidência tem algo por trás que vale a pena analisar.


Aí saí pensando no que eu chamei de "a mágica do número 3 nas cores". Imagina então a minha surpresa quando comprovei que há muitos números 3 nas cores que fazem deste mundo colorido um mundo tão especial. Vamos lá que a lista é boa! E já posso adiantar que é múltiplo de 3 :)

cores primárias amarelo, vermelho e azul

Três cores primárias.

Vermelho, amarelo e azul são as 3 cores que dão origem a um sem fim de sensações e emoções coloridas. Com essas 3 cores é possível criar toda uma paleta colorida.


Três cores secundárias.

Ao misturar as 3 cores primárias temos como resultado as 3 cores secundárias laranja (vermelho + amarelo), verde (amarelo + azul) e violeta (azul + vermelho).


Três dimensões das cores.

Matiz, luminosidade e saturação são as 3 características (ou dimensões) das cores que, se analisadas em forma isolada uma a uma, explicam perfeitamente o que faz de cada tonalidade ser especial.

Matiz é o que diferencia uma família de cor de outra família de cor.

Luminosidade é quão clara ou escura é uma cor.

Saturação se refere a quão vibrante ou não é uma cor.

As mudanças nestas dimensões é o que faz que as cores se multipliquem por milhões não somente na percepção visual mas também, e talvez mais importante, na percepção simbólica das cores.


Três cores formam uma tríade.

A tríade mais comum é a de cores primárias. Se olhamos para o local que estas cores ocupam no círculo cromático, elas sentam em forma equidistante uma da outra formando uma forma geométrica imaginária de triângulo equilátero. A segunda tríade mais comum é a de cores secundárias. Mas também você pode usar uma tríade de cores intermediárias como por exemplo vermelho alaranjado, amarelo esverdeado e azul violáceo.

Uma tríade é considerada um tipo de combinação bastante dinâmica pelo fato de estar formada por cores que ficam mais distantes umas das outras.


Três cores fazem que a harmonia complementar dividida seja mais interessante do que uma harmonia complementar.

Quem me acompanha faz tempo sabe que não sou muito fã de ficar pressa às harmonias do círculo cromático na hora de combinar. Mas falando do número 3 nas cores impossível não lembrar que uma harmonia complementar dividida, formada por uma cor e as duas cores vizinhas à cor oposta, é visualmente mais interessante do que uma harmonia complementar. O motivo? Porque traz mais variação de cor.


Três são as abordagens às simbologias das cores.

E olha só quando se fala na forma em que as cores comunicam é muito comum restringir a conversa ao que conhecemos como psicologia das cores que acabam sendo as simbologias mais diretas e universais das cores como quando dizemos que azul é a cor da tranquilidade, vermelho é a cor do amor, amarelo é a cor da alegria.

Mas, ai estão faltando duas abordagens à simbologia das cores que fazem muita diferença e que juntas somam o mágico número 3 nas cores.


Elas são: as associações pessoais das cores e as simbologias culturais e históricas.


As simbologias culturais e históricas são aquelas ideias e sentimentos ligadas às cores em diferentes culturas pelo fato de ter usado determinadas cores em determinadas situações durante séculos . O resultado disso é que, essas cores nesses países, acabam carregando um simbolismo próprio dentro desse país e cultura.


E por último as associações pessoais das cores que são, tal como o nome diz, a forma em que as cores mexem com as nossas mentes e corações por conta das experiências vividas com as cores desde o nosso nascimento e todas as memórias afetivas resultado disso.

Por conta das 3 abordagens das cores é que dizemos que as cores comunicam em forma pessoal e única com cada um de nós.

E caso você esteja se perguntando então se faz sentido ou não estudar os simbolismos mais universais das cores, a minha resposta é sim, porque essa é uma das 3 abordagens à forma em que as cores comunicam. Mas, não é a única.


Acredito ser uma miopia pensar que todo vermelho comunica paixão, que todo azul comunica tranquilidade ou que todo amarelo comunica alegria. Mas esse conhecimento é necessário para ter uma linguagem fluída com as cores mesmo que seja para evitar esses clichés em forma intencional se isso for de teu agrado.

Até a próxima semana, abraço colorido!

Felicitas


livro digital use cor sem medo para profissionais cores lovers

Comments


logo Cores Lovers
bottom of page