6 DICAS PARA "COMUNICAR MELHOR" USANDO CORES

A motivação principal para usar cores sempre tem a ver com comunicar algo. E isso é válido quando escolhemos cores para decorar interiores, ou para vestir no dia a dia, ou se somos gerentes de produto e vamos lançar algo novo para um mercado novo, ou estamos indo em um estádio de futebol torcer pelo nosso time carregando a camiseta colorida do clube do coração. Portanto, já que vamos a comunicar é bom pensar em formas de "comunicar melhor".


Para começar vamos a pensar de que forma as cores comunicam. E o mais importante nesse sentido é sempre lembrar que a as cores não pedem permissão para comunicar. Elas comunicam mesmo que você não queira. E elas comunicam em forma tão rápida que a grande maioria das vezes se torna subconsciente. Isso quer dizer que não há muita margem para errar com as cores. Se a mensagem não for a correta, será fato consumado. Mas, olha só que interessante, se a mensagem for correta, também será fato consumado e isso poderá se traduzir em mais vendas, ou conseguir uma vaga de emprego, ou que outras pessoas te conheçam tal como você é, ou ter uma casa que oferece um ambiente propício para o descanso. Entre tantos outros milhões de exemplos possíveis.



Também é importante pensar que as cores comunicam dentro de um contexto. Pensa comigo: não é o mesmo entrar com a camiseta do clube do coração em um ônibus lotado de torcedores do mesmo time, do que entrar com a mesma camiseta em um ônibus lotado de torcedores do time arquirrival. Ou vestir um vestido branco na praia um dia de calor ou vestir o mesmo vestido branco em um casamento na praia quando você não é a noiva. Podemos dizer que as mensagens que as cores comunicam mudam e se adaptam ao contexto.


As cores falam uma língua própria que conversa diretamente com o cérebro. Quando uma cor é percebida, esse estímulo visual somente ganha significado no cérebro. É ele que processa essas sensações a partir das informações já conhecidas e armazenadas. Portanto, vamos a uma outra característica da forma em que as cores comunicam. Ainda quando há conceitos gerais sobre psicologia das cores (entendendo a psicologia das cores como a forma em que as cores influenciam nossas emoções e decisões) eles costumam ser somente o topo do iceberg. A forma em que as cores influenciam nossos pensamentos, emoções e sentimentos - em um nível pessoal e individual - é muito mais complexo e profundo. O que leva a pensar em última instância que a forma em que as cores comunicam está longe de ser obvia ou lógica.


Espero que chegado este ponto não se sinta perdido respeito a como "comunicar melhor" usando cores. Vamos fazer um resumo do que te mostrei até agora:

  1. cores comunicam em forma impulsiva, sem pedir permissão.

  2. cores comunicam dentro de um contexto.

  3. cores comunicam - em um nível individual - em uma forma nem um pouco obvia ou lógica, pelo contrário em forma profunda e complexa.

Tendo isto em vista agora sim vou compartilhar com você minhas dicas para "comunicar melhor" usando cores.

DICA 1: nunca subestime o poder das cores. Como elas vão comunicar você querendo ou não, se entrega todo o poder a elas sem a devida atenção, você sai perdendo logo na largada. Pelo contrário se você pensa em forma intencional ou estratégica nas cores que irá usar você tem a chance de customizar e personalizar sua mensagem.


DICA 2: na hora de escolher as cores que usará leve em consideração não somente a psicologia das cores, mas também a psicologia das tonalidades. Para um mini guia de psicologia das cores visita este outro post, clicando aqui. Quando eu me refiro à psicologia das tonalidades estou chamando atenção ao fato de que um azul céu inspira tranquilidade enquanto um azul royal pode elevar a energia tanto quanto um pink ou um vermelho.

Tenha uma visão de tonalidades e como podem impactar sua comunicação. Receba no seu email o eBook Guia Visual de 100 tonalidades para usar cor sem medo, clicando aqui.


DICA 3 : todos temos uma ou mais cores preferidas e que adoramos usar, isso é muito bom, muito melhor se você está ciente dessas preferências (por isso eu acredito que o autoconhecimento e conhecer sua história de cor é tão importante). Mas, quando você quer comunicar uma determinada mensagem usando cores, sugiro que não escolha somente entre as suas cores preferidas. É importante entender quem é o destinatário da sua mensagem, como é sua audiência target, e se possível como eles entendem e processam as cores.

DICA 4: lembra que as cores quentes (amarelos, laranjas e vermelhos) avançam e portanto tomam a dianteira. Core frias (verdes, azuis e violetas) recuam para o plano de fundo. Cores escuras na tua mensagem pesam mais do que as cores claras. Cores vibrantes e intensas são mais dinâmicas, mas também podem cansar mais rápido.

DICA 5: além de escolher as tonalidades certas, para "comunicar melhor" usando cores, é preciso acertar o grau de contraste entre elas. O contraste entre as tonalidades da tua paleta pode ser alto, médio ou baixo. Quanto maior for o contraste mais dinamismo, energia, força e visibilidade estamos dando para a nossa mensagem que não passará desapercebida.

DICA 6: a última dica tem a ver com a proporção em que você usará as cores, ela é definitiva para calibrar a sua mensagem colorida. Há vezes em que para transmitir uma mensagem é preciso somente um ponto de cor dentro de um mar neutro, por exemplo.


Espero que estas dicas sirvam para você repensar tudo que comunica com cores e carregar suas escolhas de intenção. Já que vai usar cores, use para valer com intenção e carinho!


Nos encontramos aqui logo mais, em 7 dias.


Abraço colorido!


Felicitas



Felicitas Piñeiro. Diretora Criativa e fundadora.

Especialista em cores e designer de Interiores.

Use cores sem medo.
Não existe emoção sem cor. 
felicitas@coreslovers.com
Pinheiros - São Paulo

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon

© 2021 por Cores Lovers.