3 POSSIBILIDADES DE COMBINAR AZUL MARINHO

"Como combinar cores" é a pergunta que mais me fazem. E eu adoro criar combinações! Então pensei em trazer isso com uma certa regularidade aqui no blog post semanal. Vamos começar com azul marinho que é uma cor que a grande maioria das pessoas gostam. E é também uma cor tão versátil que oferece muitas possibilidades. Assim fica mais fácil de experimentar e usar. 


Como vocês sabem antes de combinar cores é preciso pensar na intenção, no que de fato queremos comunicar com cada esquema de cores. No fim das contas, usamos cores sempre com um fim: para destacar algo, para disfarçar algo, para surpreender, para transgredir, para informar, para educar, para marcar tendência, entre outros. Pode ser a venda de um produto, comunicar valores alinhados à imagem pessoal, construir um conceito, ou como nos projetos que eu faço de interiores e consultorias cromáticas, criar um ambiente que atende às nossas necessidades no dia a dia. 


Tendo o seu objetivo em mente ficará mais fácil achar uma paleta de cores. Quero que você lembre algo que te ajudará muito: não existe emoção sem cor. Ou seja, sabendo quais são as emoções ou sensações que queremos comunicar, a escolha das cores certas será uma consequência. Essa é uma das principais crenças sobre as quais se sustenta Cores Lovers e, mais do que isso, é o ponto de partida para as consultorias cromáticas com meus clientes também. 


Agora um ponto super importante: não há receitas, nem dogmas na hora de combinar cores. E também, não há respostas únicas. As propostas que eu trago neste blog post são apenas 3 possibilidades entre milhões. Lembra: “O céu é o limite" na hora de combinar cores, sei que é uma frase feita mas nunca tão verdadeira. Vamos lá!


1. Para comunicar confiança e segurança, ou bem poderia ser um ambiente familiar de uso diário.

2. Para comunicar ousadia, ou bem poderia ser um ambiente ou estilo esportivo.

3. Para comunicar elegância e sofisticação, ou bem poderia ser uma sala elegante de um hotel chique.