CORES LOVERS: SOMENTE PARA MULHERES?



Na próxima semana será a última Oficina da Cor "Usar Cor sem medo" do ano. Após terminar esta última terei feito 8 oficinas com participação de 54 profissionais. Mas a constatação que me persegue é que 90% dos participantes da oficina são mulheres.

Quando comecei a criar Cores Lovers, a ideia de um estúdio dedicado à cor e depois o desenvolvimento da Oficina da Cor, sempre tive em mente criar algo que possa atingir profissionais que trabalham com cor em diversas áreas. Seja arquitetura, design de interiores, moda, design gráfico… sempre tive a intenção de atingir um público amplo. Nunca foi minha intenção criar algo só para mulheres.

Mas agora, com a constatação de ter atingido muitas mais mulheres do que homens e depois de conhecer tantas mulheres bacanas na Oficina da Cor... eu me pergunto: deveria assumir que Cores Lovers é um projeto só para mulheres? Será que devo manter a ideia de um público amplo somente nas profissões? O que ganharia e perderia com isso?

Há uns 2 meses decidi começar a realizar o planejamento para 2018 de Cores Lovers e estas perguntas já começavam a dar voltas pela minha cabeça. Como faço toda a divulgação de Cores Lovers em mídias sociais e todo o mundo digital é tão novo para mim decidi realizar a formação Nanodegree em Marketing Digital com a Udacity para poder aplicar todo que vou aprendendo com eles no desenvolvimento de Cores Lovers nas mídias sociais. Até agora as aulas giraram ao redor da importância de uma muito bem pensada estratégia de conteúdo, com muita ênfase não somente em ter objetivos e indicadores claros mas antes disso conhecer quem é a "persona" para quem elevamos a nossa mensagem, quem é a nossa audiência.

Olhando toda a divulgação que tenho feito até agora de Cores Lovers… acho que se vieram só mulheres na Oficina da Cor é porque estou falando para mulheres. As imagens das Oficinas e os depoimentos de quem já fez são todas mulheres. E toda a estética de Cores Lovers é muito feminina. Pelo lado da diversidade de profissões, isso tem acontecido muito bem e eu percebo claramente como essa mistura enriquece a própria oficina. Portanto não tenho a menor dúvida de que se essa diversidade se refletisse também no género, só haveria ganhos, para todos.

No fim das contas, o uso da cor não é exclusivo de mulheres. Nada mais longe da realidade. Se penso nos grandes mestres da cor como Newton, Goethe, Albers, Itten, Kandinsky… todos homens. E mais contemporâneos, arquitetos que também usam cor com maestria como o mexicano Luis Barragán e o espanhol Ricardo Bofill, de novo homens.

Minha profunda crença no poder transformador das cores, me mantém firme na convicção de não me fechar em um público somente feminino. O propósito de Cores Lovers de "Libertar o uso da cor com confiança" é amplo. Continuarei refletindo sobre ele, continuarei buscando a minha voz nas comunicações de Cores Lovers e vamos ver o que 2018 traz de novidades.



Felicitas Piñeiro. Diretora Criativa e fundadora.

Especialista em cores e designer de Interiores.

Use cores sem medo.
Não existe emoção sem cor. 
felicitas@coreslovers.com
Rua Cristiano Viana 288, Pinheiros - São Paulo

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon

© 2020 por Cores Lovers.