COMO COMBINAR CORES COMPLEMENTARES COM CRIATIVIDADE

Cor é um elemento fundamental para captar atenção e provocar uma resposta emocional. Há muitas formas em que você pode fazer isso e uma delas é combinar cores complementares. De tão populares e frequentes que se tornaram as combinações complementares vale a pena rever como você pode usar estas combinações e mais importante ainda, como usá-las com criatividade.


Cores complementares são assim chamadas porque são cores que se complementam. Este tipo de combinação consiste em usar duas cores opostas no círculo cromático. As complementares mais comuns são as duplas formadas por uma cor primária e uma cor secundária.

Azul e laranja (vermelho + amarelo).

Vermelho + verde (azul + amarelo).


Amarelo + violeta (azul + vermelho).


Este tipo de combinações tem a particularidade de que em um sentido "clássico" da teoria da cor são perfeitamente harmônicas porque elas representam a totalidade do círculo cromático. Por exemplo: se você tem uma combinação com azul e laranja, você tem azul e laranja que é um a parte vermelho e uma parte amarelo, certo? Assim você pode ver essa combinação de outra forma e pensar que tem as 3 cores primárias (azul, vermelho e amarelo) que representam a totalidade do círculo cromático.


Uma outra forma de pensar as combinações complementares é lembrar a analogia de que "opostos se atraem". Aquela ideia mais romântica de filmes e novelas, sabe? Pois bem, não sei se é verdadeiro sempre no amor, mas posso garantir que sempre é verdadeiro nas cores.


Quando se trata de cores opostas pelas leis do contraste simultâneo elas se reforçam mutuamente e um azul sempre será mais azul do lado do laranja (e vice versa), um vermelho sempre será mais vermelho do lado do verde (e vice versa), um violeta sempre será mais violeta do lado do amarelo (e vice versa).


Por isso combinações de cores complementares são tão atrativas ao olhar e tão magnéticas. Muitíssimo usadas em filmes e em audiovisual para ajudar a nos prender à poltrona carregados de emoção (principalmente combinações de azul e laranja).


Qual é o maior risco de usar combinações complementares? Confiar tão cegamente nelas o sucesso das nossas paletas coloridas que exageramos e o resultado final pode ser irritante ou simplista demais.



Para usar combinações complementares com criatividade você pode seguir algum destes caminhos:

1. Usar combinações complementares de cores intermediárias. Isto é muito interessante porque toda combinação de cores complementares formadas por uma primária e uma secundária implica em um contraste de temperatura (azul frio - laranja quente, vermelho quente - verde frio, amarelo quente - violeta frio).


A exceção a isto é quando usamos combinações complementares de cores intermediárias como amarelo alaranjado e azul violáceo, vermelho alaranjado e azul esverdeado, vermelho violáceo e amarelo esverdeado, nas quais os contrastes não são tão diretos e as temperaturas relativas das cores fazem sua parte.


Vermelho alaranjado - Azul esverdeado


2. Usar o contraste de proporção com esperteza e sabedoria de forma que uma das cores complementares seja predominante e a outra serve como acento. A ideia é quebrar a ideia de metade e metade, e caminhar para uma combinação com mais graça propondo as curvas que um 80/20 ou 70/30 pode trazer.

3. Calibrar as tonalidades das cores usando cores com diferentes luminosidade e/ou saturações para que haja um elemento "a mais" na combinação e fique muito atrativa porém mais graciosa.



Para terminar gostaria de trazer uma outra questão muito presente quando se trata de combinações de cores complementares: toda combinação complementar é de alto contraste?


Na minha opinião, ainda que este tipo de combinação tem um potencial de criar alto contraste, tudo depende das tonalidades usadas. Quando são usadas tonalidades mais suaves e claras se transforma em uma combinação mais delicada e sutil. Vale a pena experimentar com diferentes tonalidades e "sentir" as sensações que provocam.



Nos vemos daqui 7 dias.

Abraço Colorido,


Felicitas